sábado, 25 de dezembro de 2010

Foi mais ou menos assim…

Era uma vez um casal de namorados. José e Maria. José era carpinteiro e Maria… bom, Maria era uma dona de casa, eu acho. Como naquela época casar virgem era modinha, Maria ainda era virgem.

Maria2419

Eles moravam numa cidadezinha chamada Nazaré. Apesar da cidade ter 'azar' no nome, esse foi um casal de muita sorte ou não.

Porque numa bela manhã de sol - Maria estava preparando um estrogonofe de frango para o almoço e José estava tirando farpas de madeira dos dedos dos pés - apareceu a sorte grande!

Um anjo sarado, daqueles tipo gogoboy, que se chamava Gabriel apareceu anunciando que anjo_sensual004ela ia dar à luz o filho de Deus, um tal de Messias.

O anjo Gabriel disse que eles dois deviam se casar antes disso. José devia ser um cara muito calmo e paciente porque olha, se eu soubesse que minha namorada iria ter um filho de alguém que não fosse eu, eu ia é me separar, isso sim! Apesar disso, um cara aí chamado Mateus, diz no livro dele que José ficou sim desconfiado desse anjo Gabriel.

Mas enfim, segundo a história, José e Maria se casaram depois que receberam a notícia.

9 meses se passaram…

O governador romano Augusto, filho da puta, inventou de criar um imposto caríssimo (acho que até hoje a gente deve estar pagando esse imposto aí, porque né). José e Maria não viram outra solução se não mudar de cidade.

Daí eles foram pra Belém. Issé Calypso! Não, não é Belém do Pará.

jose e maria (1)Eles chegaram de madrugada, em cima de um burro (que era muito tendência naquela época), e muito cansados. Também pudera né. Só que tava tendo show da Ivete e, tipo, todos os hotéis estavam ocupados por caravanas de todo lugar. Daí:

Maria: amor, estourou.
José: o quê?
Maria: a bolsa!
José: que bolsa?
Maria: VOU TER O FILHO AGORA, INFELIZ!
José: JESUS MARIA JOSÉ!…
Maria: Jesus… Ta aí, gostei desse nome.

José ficou muito louco nessa hora, mano. Diante daquela situação, ele fez mamãe-mandou pra escolher entre os 3 piores lugares para se hospedar justamente porque não tinha outro lugar: um prostíbulo, jose e mariaum açougue e um estábulo. E deu estábulo.

Eles foram pro estábulo e lá Maria foi ter o bebê. José não sabia se enfiava a mão pra puxar ou se esperava o bebê sair, rs.

Mas deu tudo certo, e nasceu um menininho chamado Jesus.

 

Tá, a história não foi bem contada mas pera lá, contar a história de cabeça não é fácil.

Só espero que em todos os Natais que vierem, ninguém se esqueça que o verdadeiro motivo da comemoração é o nascimento de Jesus e que é para ele que existe essa data. :D

Esse é meu último post do ano (que por sinal está enorme) então eu quero aproveitar e desejar um Feliz 2011 pra você e pra toda sua família!

Grande abraço do @johnritos! :D

4 comentários:

Ree disse...

Nossa, eu ri demais.
Ótima história, heim John.

Laah disse...

Adorei John *-* feliz natal procê, e claro, que NINGUÉM nunca esqueça que essa data é pra comemorar o filho de Deus que nasceu e que mais tarde viria a morrer por nós. *-*
merry xmas! ♥

Mille ~ disse...

Comentário atrasado porque eu estava impossibilitada de acessar a net (leia-se net lenta demais e paciência pouca), mas mesmo assim, como tu sempre, TU SE SUPEROU! \o/ Parabéns John, ÓTIMO POST, EU RI DEMAIS! Muito bom!
Beeeijos, e se tiver valendo, Feliz Natal aehauehauae

Anônimo disse...

Um pouco criativo, mas será que nao é desrespeitoso para os cristãos? Ou devemos esquecer o respeito?

Postar um comentário