sexta-feira, 18 de junho de 2010

Com muito orgulho, com muito amor...

Heeello beautiful people!

Tudo bem bem bem? *-*
Então né, falemos sobre o  único assunto que tem assolado nosso querido planeta ultimamente: Copa do mundo!

Bom, tem gente que não gosta, tem gente que gosta... vamos expor os dois lados da moeda, ok?

Em 2006, na copa passada... Gente, eu odiava futebol! Sério. Eu dormia nos jogos, só acordava quando gritavam "gol!" e não tava nem aí se o Brasil ganhasse ou não, eu só gostava da folia mesmo.
Nessa época, pra mim copa do mundo era uma hipocrisia. Bom, ainda é. Sabe, me dá raiva dessas pessoas que só lembram de ser brasileiro na copa do mundo. Que nos outros anos, esquecem e não tem nem paixão por esse lugar lindo e tão diversificado que é o nosso país.
Mas na copa do mundo? É Brasil em todo canto, roupas, acessórios, bandeiras, etc.

Fora isso, eu sempre odiei o fato de o  Brasil ser cheio de problemas, ter tanta fome, tanta miséria, tanta violência... mas na copa do mundo: txaram!  Ninguém lembra disso. É todo mundo com um danado de orgulho na boca que pelo amor de Deus. Ruim é que esse orgulho só acontece de quatro em quatro anos, né?

Mas esse ano, eu mudei de ideia. Eu passei a enxergar esse "problema" como uma coisa boa. Bom, talvez eu só esteja me tornando mais uma hipócrita. Mas comecei a enxergar a copa do mundo como... um evento que une.  Sim, apesar dos pesares, de quatro em quatro anos, todo mundo se reune pra ter orgulho de ser brasileiro, todo mundo se abraça, todo mundo comemora junto, todo mundo chora junto... não é que todo mundo ignore os problemas do Brasil. Mas sabe quando você tem um problema e tem horas que você quer.. simplesmente se "desligar" deles? É quase isso. Não que as pessoas ignorem, mas elas arranjam um tempo apenas para falar das coisas boas, apenas para sorrir e dizer: Esse é o meu país!

Copa do mundo passou de "hipocrisia" pra mim, para "união".  E acredite, eu adoro isso.

Sabe, as pessoas passam quatro anos brigando entre si, discutindo sobre que time é melhor, se corinthians ou flamengo, se botafogo ou são paulo... e finalmente, nesse dia, todos se reúnem pra torcer juntos para um time só. Todo mundo com o coração na mão, confiando plenamente naqueles 11 caras em campo, representando nosso país...poxa, isso é bom demais.

E tipo, claro que respeito aquelas pessoas que permanecem impassíveis quanto a não gostar de copa do mundo... mas se tem uma coisa que eu ODEIO são esses babacas essas pessoas que ficam torcendo pra time de fora... tipo " Ah, o Brasil tá uma merda, vou torcer pra Alemanha!"
Ah cara, fala sério! Quer saber? Eu não acho que o Brasil vá ganhar essa copa, de verdade, mas vou torcer até o fim por ele. Porque é o MEU país, é o MEU time... o que caramba eu tenho a ver com Alemanha?
Enfim, cada um, cada um...

Mas falando em vencer, vou finalizar aqui com um trecho de uma conversa com minha melhor amiga, Mylle :D   Aqui é um trecho do que ela falou:


"Tipo, na copa de 2002 o Brasil mereceu ganhar. Nos 45 minutos do segundo tempo Adriano mostrou garra e força e queria fazer mais um gol porque a Alemanha tava demais (sim, a final foi Brasil e Alemanha). Então veja só, todos eles se uniram. O time todo. E foi aquela alegria, aquela felicidade, aquilo sim foi futebol. Sabe? Aí tá. Passaram-se 4 anos. Aí veio o tel quarteto mágico que meteu medo em todo mundo: Kaká, que tinha recebido o título de melhor jogador do mundo, Robinho, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo Fenômeno, se não me engano. Não sei direito. foi aqueeela sensação. Brasil vai ganhar, Brasil isso, Brasil aquilo, Brasil já ganhou! No começo até eu achei, sabe. Achei mesmo. Mas depois... fui vendo eles jogando... nós não merecíamos, mana. Quero dizer, eles jogaram futebol. Jogaram mesmo. Só que diferente de 2002, os motivos não eram mais orgulhar uma nação que tem poucos motivos pra se orgulhar ou fazer a alegria brotar em pessoas que gostam de futebol. Era simplesmente dinheiro. Eles jogavam desunidos e competindo entre si pra ver quem era o melhor. Eu lembro bem o motivo, na época a Parmalat tava patrocinando e, ao invés de pagar a mesma quantia pra todos os jogadores, tava pagando quantias diferentes. Maior pra um, menor pra outro... sei lá. Chegou uma hora naquela copa que a gente só saía vencendo do jogo por sorte. Porque faltava união, faltava companheirismo, faltava a amizade ali dentro. como um amigo meu disse, não é um jogador que faz um time, é um jogador que compõe a essência do time. Ele pode até se destacar e tal, mas ele precisa do passe de um outro jogador pra mostrar sua jodada. Um atacante não consegue fazer um gol se o meio campo não passar a bola pra ele. Entende?
Enfim, nessa seleção de 2010, eu vejo um time que é unido. Eu vejo caras que podem até não ganhar, mas que vão dar o melhor deles pra tentar, porque eles querem isso, e não é por motivos supérfluos. Veja só o Robinho, por exemplo. Nossa, eu lembro quanto banco o Robinho comeu banco em 2006! Porque? Porque ele não tava nem aí! Entrava, não jogava bem, perdia a bola... agora compara ele agora. O Robinho de agora. Ele saiu lá do Real Madrid, da Espanha, pra vir aqui pro Santos do Brasil.Lá ele tava comendo banco também, uma estrela apagada. E ele deixou claro que veio do Real pra cá porque queria ir pra Copa. E assim o fez. Robinho reascendeu, quero dizer, ele mostrou que queria ir. Ele poderia ter ficado no time dele, mas ele quis motrar que tava interessado em ir pa Copa.
Outro exemplo é Kaká. Num sei se você sabe, mana, mas o Kaká veio de uma má temporada e vive uma má fase, porque teve uma lesão e uma das coxas, sei lá.
Meu, o cara treina TRÊS vezes durante o dia.
É o jogador que mais treina em campo. Tudo pra recuperar ritmo de jogo e dar aquelas arrancadas que deixaram muito jogador pra trás em 2006. O Kaká, aliás, era o único em 2006 que jogava pra orgulhar a pátria. O Dida, o goleiro, após essa copa renunciou xD Saiu. Disse que não iria mais jogar. Então, por fim, concluindo (aleluiia xD) eu ponho mais fé nessa seleção que todos criticam, porque quando veio a seleção que prometia tudo, no final não ganharam nada.
"





Por Mylle Evans.




Não pedi permissão, acho que ela vai me matar, mas enfim. Na minha opinião, ela tá mais do que certa. E bom opinião, cada um tem a sua, né?  Fica aí pra vocês refletirem. Por hoje é só.

Beeeeijos, 
@laahk_

0 comentários:

Postar um comentário