sexta-feira, 5 de março de 2010

Revoltei

Oi jemt linda ou não. *-*

Bom, pelos meu cálculos, eu deveria postar hoje. Depois que a Vih saiu, eu meio que me embananei com tudo. Mas vim aqui e não achei post da Jubs, o que me deixou mais confusa ainda. Mas vou postar mesmo assim. E desculpa a hora, eu sempre preparo o post uns dois dias antes e tals, e esse tô fazendo na hora mesmo. É a falta de tempo, por causa do colégio. Provas e tudo o mais, sabe?
Mas ok, sem mais delongas, hoje vou apenas expressar minha revolta.

Essa semana, cá estou eu passeando pela rua do meu belíssimo condomínio, quando passam algumas crianças de sete anos no máximo, brincando. Uma delas pega um celular ~que diga-se de passagem, era "de verdade"~ e falando "- Mas honey, não vai dar tempo de chegar aí pro jantar!"

Meu.MEEEEEEEEEEU.Queridos leitooooooooores/ouvintes, vocês têm noção da minha revolta?

Nessa idade, cês sabem do que eu brincava? De boneca! De cozinha, de mãe-e-filha...
Então esse vai ser o assunto do post de hoje :D Infância!Perdoem-me os mais velhos, mas vou falar um pouco sobre a minha e eu sei que muita gente vai se identificar. :D
Vocês lembram que a gente ficava horas insistindo pra ganhar um celular pros nossos pais? Eu pedia um "Oi Xuxa"... mas acabei ganhando o Nokia 1100, aquele da lanterninha :D Com toques monofônicos e tal... que a gente comprava no site da operadora por R$2,99. Depois vieram os toques polifônicos, que eram MAIOR sucesso, e era um pouco mais caro. Quando veio o mp3 então? Todo mundo surtou! Lembro também quando estourou o infravermelho, que eu chegava pra minha mãe e dizia " MÃE! Meu amigo tem um celular que passa músicas pra outro celular DE GRAÇA!" haha. Agora nem tem mais graça, os celulares tem tantas funções ... :/

E as músicas? Puts, eu adorava Sandy&Júnior, Chiquititas, Mamonas Assassinas... Eu era fissurada, nossa. Hoje, uma criança de três anos, canta "Rebolation" ¬¬ Sem contar nas novelas mexicanas,né? Eu era louca! Carinha de anjo, Diário de Daniela, A Usurpadora, Maria do Bairro... É, admito, eu gostava assim. Mas já que estamos falando de programas de TV, eu adorava Teletubies *-* e Disney Cruj! Tinha Vila Esperança também, mas ninguém lembra disso hoje em dia :/ Ah, tinha a Band Kids! Que só passava anime, e tinha a Kira, que sempre que terminava o programa, ela falava "Eu sou a... KIRA!" e fazia um troço estranho com a mão que eu não lembro muito bem.

As brincadeiras... Pega-pega, esconde-esconde, polícia e ladrão... até de Harry Potter a gente brincava *-* e era TÃO bom. Brincava de boneca, colecionava barbies, pulava corda/elástico, etc.
E no colégio... chamava as professoras de "tia", levava lancheirinha, daí quando dava a hora do "recreio", abria, forrava a toalinha na carteira, pegava um pote com alguma coisa, e uma garrafinha que normalmente tinha algum suco, que eu colocava na própria tampa da garrafa, fazendo aquilo de copo... era tão legal.

Lembro que quando eu era pequena, eu adorava ficar observando o povo "grande", os adolescentes. Achava que eles eram o máximo, e ficava suspirando imaginando quando eu ia ser igual. E bom, como todo mundo fala, faz falta MESMO. Às vezes dá vontad e de voltar em alguns momentos. Bom, crescer é maravilhoso! Mas curtir cada momento a seu devido tempo, é melhor ainda. (:
É triste ver as crianças tão .. mudadas. Sem aquela inocência, simplicidade de antes... Mas é né?! O que posso fazer? Apenas exprimir minha revolta pra vocês, queridos ouvintes. :D Esses dias vi uma frase: "Todo mundo se preocupa em dar um mundo melhor a nosso filhos, mas quando vão se preocupar em dar filhos melhores ao nosso mundo?".
Obrigada pela compreensão. :D

Haha, beijos!

3 comentários:

John disse...

faz falta MESMO +1

Flor de Liz disse...

faz falta MESMO +1
parabéns pelo post, bem bacana! *-*

Uelder disse...

HAHA' Belo Post' ... Sinto Falta daquela infancia Tbm :/ MAS FAZER oQ NÉ tDO Muda

Postar um comentário